Governo de Minas autoriza aumento das passagens de ônibus metropolitano em 2021

O Governo de Minas Gerais, por meio da Seinfra, divulgou que a partir do próximo dia 17 de janeiro, as tarifas do sistema de transporte coletivo metropolitano de Belo Horizonte sofrerão reajuste, com um aumento médio de 6,6%, passando da tarifa mais comum de R$5,60 para R$5,85.

O último reajuste, ocorrido no final de 2019, a tarifa teve um aumento de apenas 4,46%. O aumento deste ano ficou muito acima do prometido pelo Governo de Minas, que disse que não haveria aumento acima da inflação, que ficou em 4,52%.

As tarifas do sistema, gerenciado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais (Seinfra), são reajustadas anualmente, em conformidade com o artigo 5º dos contratos de concessão assinados em 2008. Na composição do reajuste, os custos variáveis, que incluem combustível, lubrificantes, peças e acessórios, entre outros, representaram 41,49%, enquanto os custos fixos (despesas de pessoal de operação, depreciação e remuneração do veículo, custo do sistema de bilhetagem eletrônica, entre outros) representaram 40,05%. Desde o reajuste de 2017, não são considerados custos referentes ao cobrador.

A menor tarifa do sistema será de R$4,00, contudo a maior será de R$53,75.

Confira em nosso site o horários de ônibus e as tarifas, CLIQUE AQUI.